Você tem casa na praia e pretende formar um jardim ou mudar o seu? Confira aqui as dicas para ter um belo jardim na sua casa de praia.

Optar por plantas de fácil manutenção, que resistem a um tempo sem cuidados e regas tem sido a escolha de paisagistas e jardineiros amadores.

O Brasil tem uma costa litorânea imensa, com diversidades de clima e solo, porém algumas plantas, no entanto são comuns a todas, independendo da região.

Segundo os paisagistas Maier Gilbert e Alexandre Braga é preciso levar em conta que as plantas têm que ser nativas de clima tropical. Assim elas suportaram altas temperaturas e, com as chuvas de verão, se desenvolvem com mais vigorosidade. Vento, maresia e solos arenosos devem ser analisados antes das escolhas das espécies.

Uma dica também é optar por plantas que florescem ou dão frutos no verão e que são de baixa manutenção. Afinal, de nada adianta plantar uma flor belíssima e adaptada ao litoral se ela floresce apenas no inverno, ou que exige constante manutenção e não há ninguém no local por meses para realizá-la.

As plantas tropicais como a palmeira, palmeira imperial e coqueiros se adaptam muito bem ao clima praiano, pois aguentam ventos fortes e a ação da maresia. Outras plantas tropicais como, Coqueiros, Heliconias, Alpineas, Ixoreas, Palmeiras, Bastão do Imperador, Ravenalas, Hibiscos, Cicas, Phoenix e Pandanus, também são ótimas opções para seu jardim.

Para compor a paisagem do seu jardim, é sempre bom utilizar cores tropicais, como das rubras, bromélias amarelas ou pleomele, alem de ficar em harmonia com a beleza natural da praia, são intensas e conferem um ótimo astral onde são dispostas.

Evite plantas como hortênsia, azaléia, roseira e pinheiro, essas espécies não são apropriadas ao clima praiano. Plantas de clima temperado também não se adaptam ao litoral brasileiro.

Se a casa ainda não tem jardim, a primeira providência é avaliar o terreno. Se houver excesso de areia é preciso trocar o solo por terra de jardim, para que a grama, ou outra forração escolhida, desenvolva-se bem. 

E mesmo optando por plantas mais resistente alguns cuidados são fundamentais, como fazer a adubação e manter o jardim irrigado, em caso de estiagem.